Neuropsicologia – Autismo

Segundo a literatura médica, o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é ‘um grupo de transtornos caracterizados por um espectro compartilhado de prejuízos qualitativos na comunicação e interação social, associados a comportamentos repetitivos e interesses restritos’.

A nomenclatura TEA foi dada, porque hoje se sabe que o autismo tem níveis de intensidade diferentes e sintomas variáveis. O mesmo sintoma pode ocorrer de uma forma grave, leve ou moderada, dependendo da idade da criança, do quanto ela recebe estimulação e a intervenção adequada.

O Serviço Multidisciplinar de Atenção ao Transtorno do Espectro Autista (SEMEA) refere-se ao atendimento multiprofissional e interdisciplinar oferecido pelo CEPS para crianças e adolescentes de Macaíba e da região metropolitana de Natal (RN) que apresentam características de TEA.

O SEMEA começou a ser estruturado no CEPS a partir de 2016 e já se consolidou como serviço de referência na região. Está organizado e estruturado para diagnóstico e tratamento do TEA, proporcionando avaliação e confirmação do diagnóstico clínico desse tipo de transtorno de modo interprofissional e integrado ao tripé de atuação do ISD (ensino-pesquisa- extensão).

Entre os objetivos do projeto estão oferecer atendimento ambulatorial multiprofissional (fonoaudiológico, fisioterápico, neurológico e neuropsicológico) a crianças e adolescentes com suspeita e/ou diagnóstico de TEA; fornecer orientação aos pais, por meio de grupos educativos; realizar atividades teórico-práticas de educação em saúde sobre o Transtorno para os graduandos, pós-graduandos e profissionais de saúde; oferecer Equoterapia como recurso terapêutico complementar; promover ações de educação permanente para os profissionais mais próximos das crianças para que tenham um olhar mais atento aos sinais que podem sugerir precocemente TEA.

Dentre as atividades especiais ofertadas pelo SEMEA estão a equoterapia, promovida em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) por meio da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ). O CEPS colabora permanentemente com a Associação Mães Corujas Batalhadoras, de Natal (RN), que organiza sessões de cinema especialmente pensadas em quem apresenta características do TEA.