• Português
  • English

ISD prepara profissionais de saúde para oferta de autoteste de HIV em Macaíba

27/06/202215:43

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Profissionais vinculados à Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba participaram na manhã desta quinta-feira, 23 de junho, do primeiro módulo do ciclo de educação permanente para o oferecimento do autoteste para detecção do vírus HIV em populações-chaves e prioritárias no município. A ação é promovida pelo Instituto Santos Dumont (ISD) em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e será dividida em três módulos a serem realizados entre 2022 e 2023. O objetivo do autoteste, que será oferecido nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), é a detecção precoce da infecção pelo vírus HIV e encaminhamento ao tratamento. 

 

Nessa primeira fase, a equipe multiprofissional do Instituto Santos Dumont responsável pela ação, composta pelas preceptoras assistente social Alexandra Lima, a enfermeira Monise Pontes, a farmacêutica bioquímica Danielle Alecrim, e a psicóloga Dolores Medeiros, iniciaram o processo de discussão do serviço com sensibilização das equipes municipais participantes. O projeto é voltado para profissionais da medicina, enfermagem, serviço social, psicologia, farmácia e gestores da Atenção Básica, Equipe Multiprofissional (NASF), SAE Adulto e SAE Materno-Infantil, CAPS AD, CAPS II.  

 

“O Instituto Santos Dumont é referência técnica no Município para a formação de profissionais de saúde em temas específicos, como os relacionados às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Dessa forma, a construção do fluxo municipal para a distribuição do autoteste é uma das estratégias para qualificar o acompanhamento das pessoas com HIV identificadas por essa ação”, destaca a preceptora assistente social do ISD, Alexandra Lima. A ação visa aperfeiçoar a Linha de Cuidado para atenção em saúde e prevenção aos agravos causados pela situação de vulnerabilidade social que as pessoas usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) estão sujeitas. 

 

Conforme o Termo de Referência firmado entre o Instituto Santos Dumont e a Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba, são contemplados nesta ação de educação permanente os profissionais que formam as equipes de Atenção Básica e Especializada em Saúde. O autoteste de HIV deverá ser oferecido por esses estabelecimentos às consideradas populações-chave como as pessoas privada de liberdade, trabalhadores(as) do sexo, gays e homens que fazem sexo com outros homens, pessoas trans e pessoas que usam álcool e outras drogas; além das prioritárias, como população negra, jovens, indígenas e pessoas em situação de rua. 

 

O diagnóstico tardio ainda é um desafio no combate à epidemia de HIV/Aids, pois permite a continuidade da cadeia de transmissão do vírus e dificulta a recuperação imunológica do indivíduo. 

 

Autoteste

 

O autoteste é um processo no qual uma pessoa coleta sua própria amostra (fluido oral ou sangue) e, em seguida, realiza um teste interpretando o resultado, sozinho ou com alguém em quem confia. Todos os indivíduos com um resultado reagente no autoteste devem realizar testes adicionais com um profissional capacitado, utilizando um algoritmo de teste completo e validado para o diagnóstico. 

 

As vantagens do autoteste são: promover a ampliação do acesso ao diagnóstico; apresentar mais uma opção de testagem para quem não quer fazer o exame diante de outras pessoas, ou para quem não pode ou não quer ser testado nos serviços de saúde (o autoteste pode ser feito em casa, por exemplo); promover a autonomia nas decisões de saúde, permitindo ao indivíduo decidir onde, quando e como quer ser testado. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as evidências mostram que o autoteste para HIV apresenta alta aceitabilidade entre vários grupos de usuários e em diferentes configurações; tem o dobro de aceitação do teste de HIV entre homens que fazem sexo com outros homens (HSH) e parcerias de gestantes ou puérperas em comparação com testes realizados nos serviços; praticamente dobra a frequência de testagem entre HSH, em comparação com testes realizados nos serviços; entre outras.

 

Cronograma

 

1ª Etapa: 23 de junho de 2022

Sensibilização  das Estratégias de Saúde da Família, NASF e Serviços de Assistência Especializada Adulto, Materno-Infantil; CAPS AD, e CAPS II; iniciar o processo de mapeamento das populações-chave e prioritárias no município de Macaíba.

 

2ª Etapa: 07 de julho de 2022

Definição do fluxo e serviços que serão porta aberta para disponibilização do insumo no primeiro ano de implantação e capacitação para oferecimento do procedimento; monitoramento e avaliação do procedimento nos serviços definidos.

 

3ª Etapa: 01 de setembro de 2022

A partir do monitoramento e avaliação desenvolvidos em 2022, promover a descentralização do procedimento para as Equipes de Saúde da Família. 

Texto:  Ricardo Araújo / Ascom – ISD

Foto: Ricardo Araújo / Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

É uma Organização Social vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e engloba o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra e o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi, ambos em Macaíba. A missão do ISD é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão, além de contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
CEPS
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
INSTITUCIONAL

RECOMENDAMOS