• Português
  • English

ISD recebe comitiva para conhecer estrutura do Parque Científico e Tecnológico Augusto Severo

04/08/202109:17

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prédio que irá abrigar o Parque Científico e Tecnológico Augusto Severo (PAX), em Macaíba, foi visitado na manhã desta terça-feira (03/08) por uma comitiva formada por representantes do Instituto Santos Dumont (ISD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Fundação José Augusto (FJA), Prefeitura Municipal de Macaíba, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC/RN), Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN). O empreendimento de 15 mil metros quadrados irá abrigar um complexo tecnológico sustentável com soluções na área da Saúde, Energias Renováveis e Indústria 4.0.

 

O nome do Parque Científico e Tecnológico é uma homenagem a um macaibense reconhecido internacionalmente por sua contribuição para o desenvolvimento da aviação: Augusto Severo de Albuquerque Maranhão. “Decidimos homenagear Augusto Severo por toda sua inovação e por ele ter nascido aqui. A concepção do Parque é de uma estrutura sustentável, verde, incrustado em um pedaço da mata atlântica”, ressaltou a assessora especial para o PAX, Ângela Cruz, ex-reitora da UFRN. 

 

Inspirado no legado do criador do dirigível Pax, que alçou voo em Paris em 1902, o Parque Tecnológico é pensado para ser uma estrutura inteligente, integrada à comunidade e às empresas através da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além disso, aceleradoras de startups deverão fazer parte da estrutura para operacionalizar produtos desenvolvidos nas mais diversas linhas de pesquisa do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), vinculado ao Instituto Santos Dumont. 

 

“A gente tem muita coisa para fazer na Academia. Esse Parque Tecnológico está sendo concebido para integrar-se à comunidade através da ciência e do desenvolvimento”, frisou Ângela Cruz. A previsão é de que a estrutura hoje pronta passe por reformas nas estruturas elétrica e hidráulica. Os serviços deverão ficar prontos no primeiro semestre de 2022. A construção de uma adutora está prevista para abastecer o empreendimento.

 

Cessão

O advogado Armando Holanda, que estuda a biografia de Augusto Severo há anos, foi uma das pessoas que conheceu o espaço que abrigará o Parque Científico e Tecnológico na manhã desta terça-feira. Na ocasião, ele colocou todo o acervo pessoal que conseguiu reunir sobre a história do inventor e político macaibense ao PAX. Entre os documentos oficiais estão fotografias e curiosidades ligadas a Augusto Severo. A assessora especial para o Parque, Ângela Cruz, solicitará à UFRN a indicação de profissionais museólogos e historiadores para catalogação do material oferecido. Entre os itens que serão analisados estão informações relacionadas ao projeto desenvolvido por Augusto Severo criando a Academia Brasileira de Letras (ABL) e a certidão de óbito dele.

 

Há, ainda, a possibilidade de traslado dos restos mortais do macaibense para sua terra natal. Em 1902, Augusto Severo morreu em um acidente aéreo na França. Seu corpo foi enterrado no Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. O advogado Armando Holanda conseguiu uma decisão judicial que garante a exumação e transporte para o sepultamento simbólico em Macaíba, onde nasceu em 11 de janeiro de 1864.

 

Durante a visita ao prédio, também foi discutida a possibilidade da construção de uma escultura gigante em homenagem a Augusto Severo. Um croqui foi apresentado pelo artista visual Guaraci Gabriel, reconhecido pelas esculturas gigantes em ferro, como a do musicista Tonheca Dantas, colocada na entrada do município de Carnaúba dos Dantas, com oito metros de altura. O desenho pensado para Augusto Severo está em fase de acabamento e o local que receberá a obra de arte não foi definido. 

 

Participaram da visita o diretor administrativo do ISD, Jovan Gadioli; o gerente e coordenador de Pesquisa do IIN-ELS, Edgard Morya; a assessora especial para o PAX, Ângela Cruz; o diretor-geral da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto; o artista visual Guaraci Gabriel; o secretário-adjunto de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Macaíba, Edson Oliveira; Irani Santos e Olavo Bueno, representantes da SEDEC/RN; o presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN), Ormuz Simonetti; o advogado e biógrafo Armando Holanda; a musicóloga Leide Câmara; presidente da Comissão de Tecnologia da informação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN), Pedro George de Brito; e o diretor de projetos da Superintendência de Infraestrutura da UFRN, Sileno Trindade.

 

Após a visita ao prédio do PAX, os integrantes da comitiva conheceram o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS) que fica na mesma área do futuro Parque Tecnológico e, em seguida, foram recebidos no Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (Anita), pela gerente Lilian Lisboa.

Texto:  Ricardo Araújo / Ascom – ISD

Foto: Ricardo Araújo / Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

É uma Organização Social vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e engloba o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra e o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi, ambos em Macaíba. A missão do ISD é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão, além de contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
INSTITUCIONAL
REABILITAÇÃO

RECOMENDAMOS