• Português
  • English

ISD discute estratégias para zerar mortes maternas por hemorragia

14/07/202111:48

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Reduzir a mortalidade materna é uma das metas brasileiras dentro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 encabeçada pela Organização das Nações Unidas (ONU). No Rio Grande do Norte, a Secretaria do Estado de Saúde Pública (Sesap) pretende investir R$ 250 milhões na reestruturação da rede materna do RN ao longo dos próximos anos.

Referência nas estratégias para redução da mortalidade materno-infantil, o ISD tem acompanhado de perto essa discussão: na terça-feira (13), o diretor do Instituto, Reginaldo Freitas, participou da primeira de sete oficinas que serão realizadas com uma consultora da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) para implementar estratégias para zerar a mortalidade materna no Estado. Ele também acompanhou também a implementação da Estratégia Zero Morte Materna por Hemorragia nos estados do Maranhão, Piauí, Pernambuco, Minas Gerais e São Paulo.

“Vê-la acontecer no Rio Grande do Norte é um sonho que agora se torna realidade e renova nossas esperanças num momento crítico para nosso estado, quando a pandemia da Covid-19 magnificou a tragédia da mortalidade materna entre nós. É com grande tristeza que constatamos que o número de óbitos maternos no primeiro semestre de 2021 já supera todos os óbitos ocorridos no ano passado.”, disse Reginaldo.

Sesap e OPAS vão formular conjuntamente as ações para melhoria de quatro pontos: acesso e cobertura dos serviços, intervenções para equipes de saúde, sistema de informação e comunicação. Os processos vão girar em torno dos 54 serviços de saúde identificados pela Sesap como locais onde nascem crianças no RN. Sendo que apenas 18 desses são serviços estruturados com atendimento 24h, equipe completa e centro cirúrgico, e são também os responsáveis por mais de 80% dos nascimentos.

“A oficina integra-se ao trabalho do Plano de Redução da Mortalidade Materna e na Infância, lançado em maio. Precisamos reduzir a morte por hemorragia, são números que representam tragédias para várias famílias. Enquanto gestores estamos conscientes do problema e dedicados para a resolução da situação, esperamos que possamos sair desses dois dias mais motivados e qualificados”, comentou o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia. 

Plano de Redução da Mortalidade Materna 

O ISD vai auxiliar o governo do estado na construção e implementação de estratégias de educação permanente em saúde para melhorar a assistência à população e, por consequência, reduzir os índices de mortalidade materna e infantil no estado. 

O projeto é previsto no Plano de Redução da Mortalidade Materna e na Infância, e vai começar por Macaíba, município sede do Instituto, com perspectivas de expansão para outras regiões do estado.

Dentro do Plano, será responsável por ajudar no desenvolvimento da estratégia de Educação Permanente em Saúde visando à qualificação da assistência obstétrica hospitalar inicialmente no Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho, em Macaíba.

Texto:  Mariana Ceci / Ascom – ISD

Foto: Paulo Nascimento / Ascom – Governo do RN 

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

É uma Organização Social vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e engloba o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra e o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi, ambos em Macaíba. A missão do ISD é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão, além de contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS