• Português
  • English

No Dia Mundial da Educação, alunos do ISD são provocados a relacionar ações do Instituto aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

29/04/202109:22

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Como o trabalho desenvolvido pelo Instituto Santos Dumont (ISD) contribui para o desenvolvimento sustentável? Que outras ações podem ser pensadas e colocadas em prática nesse sentido? Esta foi a provocação feita aos alunos durante a aula desta quarta (28) de Educação para a Cidadania Global, disciplina da pós-graduação ofertada pelo ISD desde 2018, com o tema “Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

Os projetos Barriguda — estratégia interprofissional de cuidado na atenção pré-natal, realizado na Comunidade Quilombola Capoeiras —, Fazendo Direito(s) — Serviço de referência para o cuidado às pessoas em situação de violência sexual —, Arte de Crescer — para o desenvolvimento infantil, Educa Parkinson e Neurinho — para as pessoas com deficiência, as iniciativas de ensino, pesquisa e extensão como a Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência e o Mestrado em Neuroengenharia e o atendimento à comunidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS) foram as principais ações do Instituto reconhecidas pelos alunos como iniciativas que fortalecem objetivos como Educação de Qualidade, Igualdade de Gênero e Redução das Desigualdades, metas que fazem parte dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“A educação para a cidadania global foi pensada como um catalisador para esses objetivos, como uma estratégia de fazer isso acontecer. Como o trabalho desenvolvido aqui se relaciona com esses objetivos? A ideia dessa aula é entender o que nós temos a ver com isso, o que já fazemos e podemos fazer, na prática, para alcançar tais objetivos”, disse o diretor-geral do ISD, Reginaldo Freitas Jr.

A disciplina reúne 19 alunos da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência e do Mestrado em Neuroengenharia do ISD, incluindo profissionais de psicologia, serviço social, fonoaudiologia, fisioterapia, biomedicina e engenharia biomédica.

OBJETIVOS

Erradicação da pobreza e da fome, enfrentamento das diversas violências de gênero, redução das desigualdades, acesso pleno à saúde, energia, água e educação de qualidade e proteção do meio ambiente fazem parte dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), parte da Agenda 2030, que visa tornar a sociedade mais justa e igualitária em todo o mundo pelos próximos nove anos.

EDUCAÇÃO

Para o diretor-geral do ISD, Reginaldo Freitas Jr., é significativo provocar a discussão sobre como o Instituto atua para garantir uma sociedade mais justa e igualitária. “É simbólico estarmos no auditório Paulo Freire, no Dia Mundial da Educação, discutindo como nossa atuação contribui para diversos fatores como redução das desigualdades, fortalecimento de educação e saúde de qualidade. Nossos projetos traduzem o princípio de pensar globalmente e agir localmente e os alunos fazem parte disso no dia a dia”, disse Reginaldo.

O dia 28 de abril, celebrado nesta quarta, é marcado pelo Dia Mundial da Educação, instituído há 19 anos por líderes de 164 países, incluindo o Brasil, e simboliza o compromisso dessas nações com o desenvolvimento de um dos principais pilares de uma sociedade: a Educação.

NA PRÁTICA

14 Projetos de Educação para a Ação Social e Comunitária desenvolvidos pelo Instituto Santos Dumont seguem ativos e com atividades acontecendo em formato remoto ou híbrido. As atividades realizadas têm foco na resposta a demandas identificadas pelas comunidades com as quais o ISD atua e na integração de ensino, pesquisa e extensão do Instituto, com a participação de alunos da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência e do Mestrado em Neuroengenharia.

Os ODS estão no centro da atuação do Instituto, e, na prática, são alcançados através de iniciativas voltadas à inclusão da Pessoa com Deficiência, redução da mortalidade materna, assistência às crianças, adolescentes e mulheres em situação de violência sexual, pesquisa, desenvolvimento e inovação em tecnologias assistivas, além da reabilitação física, auditiva e intelectual.

MISSÃO

Nessa perspectiva, a turma terá neste semestre o desafio de agir localmente. Em uma das principais atividades do semestre, os alunos têm a tarefa de articular com a comunidade a identificação de necessidades e a proposição de soluções para melhorias na Escola Santa Luzia, em Capoeiras — a maior comunidade Quilombola do RN.

O Instituto Santos Dumont é uma Organização Social sem fins lucrativos vinculada ao Ministério da Educação. É referência em ensino, pesquisa e extensão em saúde materno-infantil, da pessoa com deficiência, em neurociências e neuroengenharia.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
ENSINO

RECOMENDAMOS