• Português
  • English

O que estudou a primeira turma da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência

06/11/202011:42

Kamila Tuenia

Repórter

O Instituto Santos Dumont (ISD) realiza nesta sexta-feira (06) a Cerimônia de Conclusão de Curso da primeira turma do Programa de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência. Sete alunas dos cursos de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia e Serviço Social são as primeiras profissionais formadas no Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi, do ISD, onde ao longo de dois anos de residência foram estimuladas a compreender as dimensões física, psicológica e social do cuidado à saúde da pessoa com deficiência.

Aspectos em torno da Doença de Parkinson, questões relacionadas à reabilitação infantil, realidade de meninas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e perfil de linguagem em uma comunidade quilombola são alguns dos assuntos abordados nos Trabalhos de Conclusão de Residência (TCRs) das estudantes, que, no Anita, atuaram no atendimento a crianças, adultos e idosos, incluindo a família no cuidado através de práticas colaborativas e da pesquisa em saúde.

Veja na galeria abaixo os resumos dos TCRs.

A coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência, Lorenna Santiago, acredita que a formação da turma pioneira significa a possibilidade de mais sementes de transformação social sendo plantadas.

“Ao pensarmos na formação dos nossos residentes, consideramos que além do aprendizado de habilidades técnicas, é necessário que desenvolvam habilidades relacionais, como empatia e capacidade de comunicação assertiva e consigam olhar para o usuário de forma ampliada às dimensões citadas. Esses novos profissionais têm potencial de sensibilizar outras pessoas para as necessidades das pessoas com deficiência e colaborar para a transformação social através do cuidado”, disse.

A Residência Multiprofissional do ISD foi aprovada pelo Ministério da Educação em 2017 e recebeu a primeira turma em 2018. O Programa é pioneiro no Brasil na linha de atuação voltada à saúde da pessoa com deficiência.

Os residentes têm como principal campo de atuação o Centro Especializado em Reabilitação III do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi, que atende toda a Região Metropolitana de Natal/RN. É o primeiro CER do Nordeste com atuação integrada a um sistema de pesquisa e inovação, por meio de trabalho conjunto com o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra, também do ISD.

Formação

A gerente do Anita/ISD, Lilian Lisboa, conta como começou o sonho de capacitar estudantes na área e criar uma residência multiprofissional. “Essa Residência foi idealizada porque víamos a necessidade de proporcionar uma formação interativa, que colocasse os alunos para trabalhar em conjunto e os encorajasse a ver um paciente em sua integralidade. Colocar no mercado pessoas especializadas no cuidado com a pessoa com deficiência, um público que é significativo no estado e existia essa lacuna”, conta.

Segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2010), o Rio Grande do Norte é um dos estados brasileiros com maior índice de pessoas com um ou mais tipos de deficiência. Os dados apontam que 27,8% dos potiguares apresentam algum tipo de deficiência. “É uma população vasta que precisa ser atendida e que precisa ser compreendida em diversas dimensões, por isso a formação de profissionais capacitados na área é um marco. Hoje a gente está colocando essas pessoas no mercado”, afirma Lilian.

O ISD, através do Anita, também funciona como campo de estágio para outros programas de Residência no estado, mas a criação de um programa próprio agregou à missão que desenvolvia, como conta a coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional do Instituto, Lorenna Santiago. “Mesmo com o trabalho que já era realizado, havia a vontade de criar o nosso próprio programa. Então, a chegada dos residentes trouxe ainda mais vida e movimento à instituição e possibilitou o aumento da nossa atuação na Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no contexto do Sistema Único de Saúde”, explica.

Além das sete formandas da primeira turma, outros 16 alunos são residentes ativos. O Instituto atualmente recebe estudantes de municípios do Rio Grande do Norte como Natal, Caicó, Currais Novos, Pau dos Ferros, Acari e Santo Antônio e conta também com alunos de Caruaru/PE. Os residentes atuam junto a um corpo de preceptores com vasta experiência, formado por especialistas, mestres e doutores em áreas como Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Serviço Social e Neurologia.

Próximos passos

Após a titulação da primeira turma, outras duas seguem em formação no Instituto, além disso, a previsão é de fortalecimento do Programa de Residência com a entrada de novos cursos como Enfermagem, Farmácia e Terapia Ocupacional, já autorizados pelo Ministério da Educação – que serão incluídos em editais futuros de acordo com o surgimento de bolsas para essas vagas. Já o processo seletivo para a 4° turma da residência terá edital publicado em dezembro.

Para Lilian Lisboa, a contribuição das primeiras residentes do programa para a sociedade é o fortalecimento do cuidado na área. “Estamos colocando pessoas com habilidades no cuidado integral, com uma visão ampliada do que é o cuidado específico para a pessoa com deficiência. Os próximos passos delas serão nossos próximos passos, pois essa formação é como uma semente do ISD plantada”, disse.

Veja abaixo o que motivou a escolha dos temas abordados nos TCRs e como, na visão das autoras, as pesquisas que desenvolveram beneficiam a sociedade:

Texto:  Kamila Tuenia – estagiária de jornalismo, sob supervisão da jornalista Renata moura / Ascom – ISD

Artes: Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

É uma Organização Social vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e engloba o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra e o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi, ambos em Macaíba. A missão do ISD é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão, além de contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS