• Português
  • English

Coronavírus: Psicóloga do ISD reforça necessidade de 'autocuidado'

02/04/202015:16

A pandemia do coronavírus (covid-19) trouxe mais do que estatísticas assustadoras, necessidade de isolamento e consequências sociais e econômicas para o mundo.

Para a população de forma geral e profissionais de saúde, o momento também veio carregado de instabilidade na carreira, de ansiedade e sentimentos de exaustão, mas não só isso.

Distúrbios psiquiátricos, como depressão e transtorno de estresse pós-traumático são apontados como risco ou realidade nesse contexto, como apontam o Ministério da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz, em uma publicação específica sobre saúde mental nesse momento, e um artigo publicado em 23 de março no portal do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, o CDC, que observa que, na China, onde começou a pandemia, tais efeitos foram verificados em pessoas consideradas de alto risco, principalmente sobreviventes da doença e profissionais de saúde que estão na linha de frente de atendimento.

A psicóloga clínica do Instituto Santos Dumont (ISD), mestre em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde e psicoterapeuta de crianças e adolescentes, Fernanda Rebouças, chama a atenção neste vídeo para esses e outros impactos identificados nesse contexto.

O assunto também foi tema de reportagem na TN Online, o portal de notícias do jornal Tribuna do Norte.

*Clique aqui para ler o texto publicado pelo jornal  e aqui para ver o vídeo no canal do Youtube da TV Tribuna.

O ISD é uma Organização Social financiada pelo Ministério da Educação.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
CEPS
CORONAVÍRUS
EDUCAÇÃO EM SAÚDE

RECOMENDAMOS