• Português
  • English

ISD e parceiros promovem atividades no Dia Mundial da Paralisia Cerebral

07/10/201915:26

No Dia Mundial da Paralisia Cerebral – World Cerebral Palsy Day -,  celebrado em 06 de outubro, o Instituto Santos Dumont (ISD) se uniu a diversos parceiros para oferecer atividades na área externa da Arena das Dunas, em Natal (RN). Neste ano o tema do evento promovido em escala global foi “Mover como um só”, para chamar atenção aos benefícios do esporte e da atividade física na melhoria da qualidade de vida de pessoas com Paralisia Cerebral (PC). Em todo o mundo pessoas usaram verde e monumentos foram iluminados nessa cor como forma de chamar atenção à causa.

O público pôde conhecer mais sobre o tema por meio de estações de atividades esportivas adaptadas e da oficina “descobrindo os limites da Paralisia Cerebral”. Essas atividades foram oferecidas pelo ISD em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a Secretaria de Esporte e Lazer de Macaíba.

A ação do ISD foi oferecida pela equipe, residentes multiprofissionais no cuidado à saúde da pessoa com deficiência e alunos do mestrado em neuroengenharia vinculados às suas unidades que desenvolvem atividades nas áreas de educação, saúde materno-infantil e da pessoa com deficiência, neurociências e neuroengenharia no município de Macaíba: o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS) e o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS).

Visibilidade para pessoas com Paralisia Cerebral

Algumas pessoas com PC aproveitaram o aulão de zumba adaptada. Outros, como a jovem Raiana Eliziane (foto maior acima), de 25 anos, escutaram atentos as explicações de Junio Alves, mestrando em neuroengenharia, sobre como o cérebro envia estímulos à coluna para que comande os movimentos do corpo. Todas as atividades foram pensadas para que o público pudesse ter mais informações sobre essa condição de saúde, que acarreta alterações neurológicas permanentes, afetando o desenvolvimento motor e/ou cognitivo do paciente e provocando limitações nas atividades de rotina. Essa é a deficiência mais comum na infância e aproximadamente 17 milhões de pessoas no mundo têm Paralisia Cerebral.

Ao final da ação, Ivan Baronn, que tem PC e é ativista dos direitos da Pessoa com Deficiência, declarou: “Eu acho muito importante eventos como esse, porque garantem mais visibilidade à nossa luta por mais direitos”.

Ivan Baronn (à direita) participou das atividades ressaltando a importância da visibilidade à causa.

O evento foi promovido pela Associação da Paralisia Cerebral/RN e o ISD teve o apoio da UFRN, Secretaria de Esporte e Lazer de Macaíba e Associação Neurinho, além de ter recebido doações de mudas da equipe do projeto Eco Praça que foram distribuídas especialmente nessa ocasião.

Texto e fotos:  Ariane Mondo / Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

Organização Social que mantém vínculo com o Ministério da Educação (MEC) e cuja missão é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão e contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
EXTENSÃO

RECOMENDAMOS