• Português
  • English

CEPS realiza Grupo de Exercícios para pessoas com lesão medular

09/08/201910:52

Subir em uma calçada, se locomover em uma rua de paralelepípedos ou em um gramado: atividades que podem ser básicas para muitas pessoas, mas que para um cadeirante podem se tornar um obstáculo. Pensando nisso é que a equipe de profissionais da Clínica de Lesão Medular Adulto do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS) promove um grupo de exercícios para os pacientes com lesão medular atendidos pelo Serviço.

A atividade acontece semanalmente, em ambiente externo às sextas-feiras pela manhã, e em ambiente interno com exercícios complementares às quartas-feiras, no CEPS em Macaíba (RN). O planejamento é realizado e executado pela Fisioterapeuta e Supervisora de Estágio, Heloísa Britto, junto com fisioterapeutas da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência do CEPS. No Grupo de Exercícios, os pacientes são acompanhados pelos profissionais enquanto realizam um percurso proposto com dois objetivos: melhorar a mobilidade em terrenos irregulares e aperfeiçoar o condicionamento cardiorrespiratório.

Paciente fazendo aquecimento antes de iniciar o circuito sob orientação da fisioterapeuta Heloísa Britto
Paciente fazendo aquecimento antes de iniciar o circuito sob orientação da fisioterapeuta Helóisa Britto

Heloísa explica que quando o usuário já tem independência e boa mobilidade para atividades básicas diárias – como a transferência para a cadeira de rodas – é necessário exercitar a mobilidade em ambientes externos.  O exercício em ambiente externo, além de melhora na mobilidade na comunidade, objetiva também o treino de condicionamento cardio-respiratório, o qual é importante para manutenção da saúde física e bons hábitos de vida.

Paciente realizando o percurso no gramado com o acompanhamento de uma residente
Paciente realizando o percurso no gramado com o acompanhamento de uma residente

“Os pacientes já falam que estão melhorando a mobilidade em ambientes externos. Isso é essencial para a qualidade de vida, para que possam usufruir os ambientes extra domicílio e ter uma melhor participação social. O condicionamento cardiorrespiratório é importante para isso e também para a manutenção da integridade da saúde”, afirma Heloísa.

Desde 2016 o CEPS é habilitado pelo Ministério da Saúde como Centro Especializado em Reabilitação (CER III) nas áreas de deficiência auditiva, física e intelectual. Pessoas de São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Parnamirim, Natal e Macaíba podem receber acompanhamento da equipe multiprofissional do CEPS por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Paciente realizando o circuito com acompanhamento de residente
Paciente realizando o circuito com acompanhamento de residente

Texto e fotos:  Dandarah Filgueira – Estagiária de Jornalismo / Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

Organização Social que mantém vínculo com o Ministério da Educação (MEC) e cuja missão é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão e contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
CEPS
REABILITAÇÃO

RECOMENDAMOS