• Português
  • English

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

03/12/201813:44

Em 03 de dezembro é celebrado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, instituído em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU). Estima-se que aproximadamente 10% da população mundial têm algum tipo de deficiência. No Brasil, considerando a população residente no país, 23,9% possuíam pelo menos uma das deficiências investigadas pelo IBGE no censo demográfico de 2010: visual, auditiva, motora e mental ou intelectual. Entre os estados brasileiros, o Rio Grande do Norte apresentou o maior índice de deficiência, com taxa de 27,76%, acima da média nacional.

Desde 2016, o Instituto Santos Dumont (ISD) atua no contexto da saúde da Pessoa com Deficiência (PcD), quando o Ministério da Saúde habilitou o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS), em Macaíba (RN), como um Centro Especializado em Reabilitação (CER III). No ano seguinte, o CER do CEPS Anita Garibaldi passou a oferecer clínicas nas deficiências física, intelectual e auditiva, atendendo os usuários dos municípios de Macaíba, Natal, São Gonçalo do Amarante, Extremoz e Parnamirim. O CER gerido pelo ISD é o primeiro da região Nordeste a cuidar da saúde de PcDs integrado a um sistema de pesquisa e inovação, por meio do trabalho desenvolvido conjuntamente com o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS).

Hougelle Simplício durante atendimento da clínica de Parkinson, acompanhado de alunas da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência.

O Coordenador do CER/ISD, Hougelle Simplício, explica que o trabalho está implementado em um ambiente com atendimento de excelência oferecido por uma equipe multiprofissional e especializada em distintas áreas da reabilitação, tais como lesão medular, doença de Parkinson, transtorno do espectro autista, microcefalia, bexiga neurogênica, prematuridade, epilepsia e deficiência auditiva. Para além da assistência, a equipe do CER também oferece atividades de educação em saúde nas vertentes em que atua.

O fato de o CER do ISD estar integrado ao trabalho desenvolvido pelo IIN-ELS, possibilita o desenvolvimento de pesquisas científicas, cujos resultados poderão ser utilizados na prática clínica futuramente: “os profissionais de saúde que estão imersos em um ambiente de pesquisa precisam ter conhecimento do estado da arte e dos melhores tratamentos disponíveis em cada área de reabilitação. Assim, podem proporcionar um atendimento de excelência para os seus pacientes, melhorando a qualidade de vida deles”, afirma Hougelle.

Exames auditivos realizados por fonoaudióloga e residente do ISD.

Esse cenário de práticas possibilitou a criação da Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência, oferecida pelo CEPS desde 2018 a profissionais das áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e serviço social.

O Diretor-Geral do ISD, Reginaldo Freitas Júnior, menciona o fato de a Residência do Instituto ser pioneira no Brasil por ser especificamente focada na atenção à saúde da pessoa com deficiência, trazendo a perspectiva do cuidado ampliado e da interprofissionalidade.

Gleyca Rocha, assistente social integrante da primeira turma da Residência do CEPS/ISD, diz que a experiência é inovadora por trazer uma visão ampla da saúde da PcD e reconhece que os ensinamentos dos dois anos de prática serão um grande diferencial para todos os profissionais que passam pela vivência no CER do ISD.

Equipe multiprofissional e residentes do ISD durante atividade de educação permanente em saúde para professores da educação básica com foco no Transtorno do Espectro Autista.

Reginaldo lembra que a Política Nacional de Saúde das Pessoas com Deficiência propõe, em sua diretriz, dentre outras ações, a capacitação de recursos humanos e responsabilidades institucionais e aponta como prioritária a formação de profissionais de saúde para o desenvolvimento das ações decorrentes dessa Política: “Criar a Residência é uma de nossas estratégias para fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS). O Sistema é feito pelas pessoas, então vamos formá-las com uma outra visão, vamos fazer delas multiplicadores desse conhecimento”, enfatizou ele.

A atuação do ISD no âmbito da saúde da PcD consolida a integração ensino-pesquisa-extensão que norteia sua missão institucional, assim como fortalece a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência e o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Viver sem Limites).

Mais sobre o trabalho do CER do ISD AQUI e sobre a Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência AQUI.

Texto e fotos:  Ariane Mondo / Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

Organização Social que mantém vínculo com o Ministério da Educação (MEC) e cuja missão é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão e contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
EXTENSÃO
REABILITAÇÃO

RECOMENDAMOS