• Português
  • English

ISD tem Residência Multiprofissional na área de reabilitação aprovada pelo MEC

24/01/201808:14

O ano começa com uma ótima notícia para o Instituto Santos Dumont (ISD): O Ministério da Educação aprovou o Programa de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência proposto pelo ISD no chamamento público 001/2017 de outubro de 2017. Além disso, o Ministério da Saúde concedeu 08 bolsas ao referido Programa, por meio de edital público, sendo o ISD o único beneficiário do Nordeste a ter proposta aprovada na área de reabilitação. Ao todo, 72 instituições do Brasil tiveram propostas de concessão de bolsas aprovadas, sendo apenas três na área de reabilitação.

A Residência do ISD, que será oferecida pelo Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS), em Macaíba/RN, é direcionada a profissionais nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e serviço social. Desde outubro de 2016 o CEPS é habilitado pelo Ministério da Saúde como Centro Especializado em Reabilitação – CER III, nas áreas de deficiência auditiva, física e intelectual. Segundo a Coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional (COREMU) do ISD, Lílian Lisboa, a aprovação é muito importante por oferecer aos residentes a oportunidade de formação em serviço em um ambiente de educação e trabalho interprofissional, com a estratégia de educação baseada na comunidade. Esses profissionais irão atuar conjuntamente durante um período de dois anos, mediados por professores, tutores e preceptores de diversas profissões, além de serem estimulados a renovar conhecimentos, atitudes e habilidades para atender melhor às demandas das realidades nas quais estão inseridos. 

Fortalecimento da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no SUS

 

O Diretor de Ensino e Pesquisa do ISD, Reginaldo Freitas Júnior, explica que o Programa de Residência Multiprofissional aprovado é pioneiro no Brasil e agrega as áreas de ensino, pesquisa e extensão, fortalecendo tanto a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), quanto o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Plano Viver sem Limite: “A formação dos profissionais de saúde para o cuidado integral à saúde dessas pessoas não pode estar dissociada da grande articulação de políticas governamentais de acesso à educação, inclusão social, atenção à saúde e acessibilidade. E, da mesma forma, precisa responder às demandas específicas, individuais e coletivas, das pessoas com deficiência na nossa região”. Reginaldo ainda ressalta que essa é uma importante interface de atuação institucional conjunta entre o CEPS e o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS). “O profissional egresso da nossa Residência, durante toda a sua formação, irá desenvolver atividades tanto no CEPS, quanto no IIN-ELS e também terá a opção de ingressar no nosso Mestrado em Neuroengenharia”, complementa o Diretor.

 

Uma Residência nossa, que tem um Projeto Político-Pedagógico planejado pelo ISD é, ao mesmo tempo, um desafio e também um grande avanço na consolidação do papel formador da Instituição no contexto da educação para as profissões da saúde.
Reginaldo Freitas Júnior - Diretor de Ensino e Pesquisa ISD_EditQuadrado
Reginaldo Freitas Júnior
Diretor de Ensino e Pesquisa do ISD

De acordo com a Portaria MS/SGTES Nº 33, de 22 de janeiro de 2018, publicada no DOU de 23 de janeiro de 2018, a seleção dos alunos deverá ocorrer até 31 de março e o início do Programa de Residência do ISD será em 02 de abril. Em breve serão divulgados no site do Instituto Santos Dumont os detalhes sobre a seleção dos residentes para o Programa de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência do ISD.

Texto: Ariane Mondo / Ascom – ISD

Foto: Luiz Paulo Juttel / Ascom – ISD

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br

Instituto Santos Dumont (ISD)

Organização Social que mantém vínculo com o Ministério da Educação (MEC) e cuja missão é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão e contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
EXTENSÃO
REABILITAÇÃO

RECOMENDAMOS