• Português
  • English

Projeto Barriguda recebe prêmio da Organização Pan-Americana da Saúde e do Conselho Nacional de Saúde

23/08/201712:10

Da árvore de origem africana, o baobá, veio a inspiração para o nome do projeto realizado pelo Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS/ISD) na comunidade quilombola de Capoeiras, em Macaíba-RN, a maior desse estado nordestino. As sementes plantadas pelo CEPS em 2015 vêm rendendo bons frutos desde então, e todo o trabalho de educação interprofissional em saúde e as estratégias de cuidado na atenção pré-natal centradas nas necessidades apontadas pela própria comunidade de Capoeiras, acabam de receber um prêmio da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e do Conselho Nacional de Saúde (CNS). O Laboratório de Inovação sobre a Participação Social na Atenção Integral à Saúde das Mulheres, proposto no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), escolheu entre 22 inscritos, seis iniciativas inovadoras de todo o Brasil para receber a honraria, que foi entregue durante a 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres, ocorrida em Brasília-DF, de 18 a 20 de agosto de 2017.

Liliane Moura Barbosa, da Associação Quilombola dos Moradores de Capoeiras, e Reginaldo Freitas Júnior, Diretor de Ensino e Pesquisa do Instituto Santos Dumont (ISD) e professor da UFRN, estiveram na premiação representando o Projeto Barriguda. Na ocasião, os dois fizeram um discurso de agradecimento, com referências aos contextos da saúde pública brasileira e da comunidade negra, que emocionou a plateia. Confira o vídeo da apresentação abaixo. (1)

 

“Para o ISD é muito significativo se fazer presente nesse momento histórico da luta das mulheres contra a discriminação, a violência e o preconceito, sobretudo no contexto da saúde sexual e reprodutiva no Brasil. Assumimos essa responsabilidade em nossos objetivos institucionais. A primeira Conferência de Saúde das Mulheres aconteceu em 1986 e, após 30 anos das reflexões e proposições geradas naquele evento, mesmo com importantes transformações ocorridas na condição feminina de lá pra cá, é inegável que ainda há grandes desafios para o avanço do controle social no SUS e, principalmente, para a garantia da atenção integral à saúde das mulheres, sem qualquer forma de preconceito e discriminação”, afirma Reginaldo.

Já Liliane, grávida de 25 semanas, também falou sobre a importância do prêmio: “Para mim foi uma alegria muito grande participar do projeto Barriguda estando barriguda também. E foi muito honroso ter ido até Brasília receber esse prêmio como gestante, como mulher negra, como jovem”.

“A Educação em Saúde centrada na comunidade, a exemplo do que é realizado na comunidade Capoeiras, é uma potente ferramenta para a transformação social que tanto queremos”.
IMG_3035
Reginaldo Freitas Júnior
Diretor de Ensino e Pesquisa do ISD

Liliane é acompanhada pela equipe do Barriguda desde o início da gestação e reconhece que antes de o projeto ser implantado na Comunidade, nem todas as mulheres faziam o pré-natal, porque havia a necessidade de se deslocar para outros lugares: “O Barriguda foi o único projeto gerado e parido junto com a comunidade de Capoeiras e a importância dele é que, além de garantir direitos, ele traz também respeito e dignidade para as gestantes”.

Reginaldo diz que o projeto representa muito bem a missão abraçada pelo Instituto Santos Dumont e espera que o prêmio traga visibilidade às iniciativas premiadas, para estimular projetos igualmente inovadores no país: “O reconhecimento da relevância do projeto Barriguda por parte de instituições tão importantes como a OPAS/OMS e o Conselho Nacional de Saúde (CNS), muito mais que nos orgulhar profundamente, nos enche da esperança de ver iniciativas como essa multiplicadas em outras tantas comunidades social e culturalmente vulneráveis que existem no nosso país. A Educação em Saúde centrada na comunidade, a exemplo do que é realizado na comunidade Capoeiras, é uma potente ferramenta para a transformação social que tanto queremos.”.

O projeto Barriguda é desenvolvido no âmbito do Programa de Educação para a Ação Social e Comunitária do ISD (PISD 5).

Conheça um pouco mais sobre o Barriguda:

http://www.institutosantosdumont.org.br/extensao/barriguda-comunidade-quilombola/

Saiba quem são os outros projetos premiados:

http://apsredes.org/opas-e-conselho-nacional-de-saude-premiam-experiencias-inovadoras-na-atencao-saude-das-mulheres/

 

(1) O vídeo da apresentação realizada na 2ª Conferência Nacional  de Saúde das Mulheres traz fragmentos das seguintes canções:

A carne (Elza Soares)

Pele bonita (Luiz Gadelha/Valéria Oliveira)

Alegria da cidade (Margareth Menezes)

 

Texto: Ariane Mondo / Ascom – ISD

Fotos: Acervo ISD e Divulgação do evento

Assessoria de Comunicação
comunicacao@isd.org.br
(84) 99416-1880

Instituto Santos Dumont (ISD)

Organização Social que mantém vínculo com o Ministério da Educação (MEC) e cuja missão é promover educação para a vida, formando cidadãos por meio de ações integradas de ensino, pesquisa e extensão e contribuir para a transformação mais justa e humana da realidade social brasileira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
EDUCAÇÃO EM SAÚDE
EXTENSÃO

RECOMENDAMOS