• Português
  • English

A importância de se estimular os sentidos dos bebês

24/04/201710:41

A importância de se estimular os sentidos dos bebês

24/04/207

Texto e foto: Luiz Paulo Juttel – Ascom ISD


Brincadeiras sensoriais ajudam as crianças a se sentirem mais confortáveis com o mundo que as cercam e com os seus corpos, as encoraja a serem mais interativas e sociáveis, além de reforçar o vínculo afetivo entre pais e filhos. Crianças aprendem melhor quando as informações são processadas por mais de um sentido ao mesmo tempo. Esse tipo estímulo multissensorial auxilia no desenvolvimento físico, cognitivo, social, emocional e da linguagem do indivíduo.

No último mês de março, profissionais do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS) desenvolveram uma atividade, dentro do Projeto Arte de Crescer, que mostrou aos pais como é simples e importante estimular os cinco sentidos dos seus bebês, além do equilíbrio e da noção do seu próprio corpo.

Os profissionais montaram quatro estações. A primeira com duas caixas sensoriais, uma com feijão e outra com arroz, onde se escondeu brinquedos para a crianças encontrarem. A segunda foi um tapete sensorial criado pela equipe. Nele as crianças podiam tocar objetos com diferentes texturas. As mães receberam materiais para produzir seus próprios tapetes em casa. Uma cadeira giratória e uma bola possibilitaram aos bebês girarem e pularem, estimulando a noção dos seus corpos. Já a quarta estação foi realizava uma sessão de massagem nas crianças, com base na shantala. O vídeo a seguir mostra como foi essa atividade do Arte de Crescer.

O sucesso dessa iniciativa levou os organizadores a estruturarem uma versão ampliada da atividade que será aberta a todas as mães e bebês atendidos no CEPS.



Arte de Crescer


O Projeto Arte de Crescer realiza atividades semanais que buscam potencializar a estimulação neuropsicomotora, cognitiva, afetiva e de habilidades sociais das crianças atendidas no CEPS. De modo interdisciplinar, espera-se contribuir sistematicamente para o desenvolvimento infantil na Primeira e Segunda Infância.

Entre os principais objetivos do Projeto estão: promover oficinas aos pacientes do CEPS e seus familiares de modo a oferecer informações para potencializar a estimulação motora, cognitiva, afetiva e de habilidades sociais das crianças; proporcionar aos graduandos em estágio curricular, conhecimento e compreensão acerca da intervenção psicomotora precoce que ocorre entre 0 e 3 anos de idade, com o objetivo de oferecer estímulos adequados para ampliar as competências motoras, sociais e afetivas do bebê, além de potencializar o desenvolvimento neuropsicomotor e minimizar os riscos de algum comprometimento motor, cognitivo ou comportamental; oferecer suporte educacional aos cuidadores e suporte clínico às crianças acolhidas pela Associação Macaibense de Acolhimento Institucional (AMAI).

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS