• Português
  • English

IIN-ELS amplia parcerias internacionais em neuroengenharia

11/04/201716:04

IIN-ELS amplia parcerias internacionais em neuroengenharia

11/04/2017

Texto: Luiz Paulo Juttel / Ascom – ISD

Fotos: Divulgação IIN-ELS

No mês de fevereiro, o pesquisador do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), Fabrício Brasil, viajou ao Reino Unido e à Alemanha para discutir possibilidades de cooperação com cientistas da Universidade de Oxford, Oxford Brookes, Tübingen e Freiburg. Além de compartilhar o trabalho desenvolvido no IIN-ELS na área de neuroengenharia, desenharam-se estratégias de pesquisas em colaboração associadas à recuperação e reabilitação de pessoas com Lesão Cerebral Adquirida, Parkinson, Acidente Vascular Cerebral (AVC), surdez e Transtorno do Espectro Autista (TEA).

A motivação principal para tais pesquisas conjuntas é o grande potencial de desenvolvimento de estudos multicêntricos, que comparam protocolos de recuperação de determinadas condições neurológicas em pacientes de ambos os continentes. “Esse tipo de estudo possibilita que uma instituição complemente o trabalho da outra e auxilia na comprovação da validade global dos protocolos estudados”, explica o pesquisador do IIN-ELS.

parcerias-apresentacoes-iinels

O pesquisador Fabrício Brasil apresenta os estudos desenvolvidos pelo IIN-ELS, em Macaíba-RN, nas Universidades de Oxford Brookes (à esquerda) e Tübingen (à direita).

A colaboração entre o Instituto de Neurociências e as instituições britânicas teve início em maio de 2016, no “Workshop of Neuropsychological Rehabilitation (NpR) of People with Acquired Brain Injury (ABI)”, realizado em Curitiba com financiamento do Newton Fund. Durante cinco dias, 18 pesquisadores brasileiros e 18 ingleses compartilharam informações sobre lesões cerebrais adquiridas e identificaram ações necessárias para atacar os problemas de modo multicultural.

Durante o evento, grupos foram formados para estruturar projetos de pesquisas a serem realizados em instituições dos dois países. O projeto elaborado por pesquisadores do IIN-ELS e parceiros (incluindo Helen Dawes, da Universidade de Oxford Brookes, e Nele Demeyere, da Universidade de Oxford) foi finalista do evento, dando origem a essa nova etapa de aprofundamento da proposta, realizada em fevereiro desse ano e custeada pelo Newton Fund. Projetos resultantes dessa interação entre Brasil e Inglaterra serão submetidos a novos editais de financiamento à pesquisa.

pesquisadores oxford-brookes

No Reino Unido, Fabrício Brasil discutiu projetos de parcerias conjuntas com pesquisadores das Universidades de Oxford e Oxford Brookes (Helen Dawes, à esquerda, e Debra Jackson, à direita).

johnathan-collett

Johnathan Collett, pesquisador associado da Faculdade de Saúde e Ciências da Vida, na Universidade de Oxford Brookes.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS