• Português
  • English

Centros de Educação Científica: uma experiência de sucesso a ser desenvolvida no Maranhão

13/09/201608:39

13/o9/2016

Texto – Luiz Paulo Juttel / Ascom – ISD

Fotos – Ariane Mondo e Luiz Paulo Juttel / Ascom – ISD

 

Centros de Educação Científica: uma experiência de sucesso a ser desenvolvida no Maranhão

 

O Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação do Maranhão, Jhonatan Almada, visitou as unidades do Instituto Santos Dumont (ISD) das cidades de Natal e Macaíba, no dia 8 de setembro. Um dos objetivos principais da visita, era conhecer em detalhes o projeto dos Centros de Educação Científica (CECs) do ISD e discutir possibilidades de implantação dessa iniciativa no estado do Maranhão.

O primeiro CEC entrou em operação em 2007 e, atualmente, as três unidades oferecem 1.400 vagas por ano para alunos de escolas públicas que estejam cursando séries do segundo segmento do ensino fundamental (6º ao 9º ano). Estes frequentam oficinas de educação científica no contraturno do ensino regular, em áreas como ciência e tecnologia, biologia, química, física, história, arte, robótica, comunicação e meio ambiente. Os trabalhos são desenvolvidos em turmas de até 25 alunos e sob a orientação pedagógica de dois educadores por oficina. Os CECs estão localizados em Natal (RN), Macaíba (RN) e Serrinha (BA). Clique aqui para conhecer as outras unidades do ISD.

Secretario CTI Maranhão e diretores ISD

Secretário da CT&I do Maranhão, Jhonatan Almada, reuniu-se com o diretor-geral do ISD, Theodoro Paraschiva, e com a diretora dos Centros de Educação Científica (CECs), Dora Montenegro.

O secretário de C&T do Maranhão explica que conheceu o projeto dos CECs em uma apresentação do neurocientista Miguel Nicolelis. Posteriormente, ele leu o livro Made in Macaíba, que descreve a criação das unidades do ISD no Nordeste brasileiro. Almada se disse encantado pelo projeto dos CECs e gostaria de criar um piloto desta ação no Maranhão.

“Fizemos uma avaliação sobre conhecimentos básicos de matemática e língua portuguesa dos alunos do ensino fundamental do Maranhão e o resultado foi preocupante. Isso nos levou a buscar alternativas que possam alterar essa realidade”, explica Almada. A Secretaria de Estado e o ISD negociam o formato em que essa parceria poderá ser estabelecida. As duas instituições também dialogam sobre a possibilidade de intercâmbio de alunos de graduação e pós-graduação do Maranhão para o Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS).

Secretario CTI Maranhão visita IIN-ELS

Secretário Jhonatan Almada visitou os laboratórios do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS).

Educação Científica para formar cidadãos

 O secretário Jhonatan Almada visitou o Centro de Educação Científica (CEC) de Natal, onde os alunos frequentam duas oficinas por ano, durante dois dias na semana. Lá, ele conversou com a diretora dos CECs, Dora Montenegro, e o diretor-geral do ISD, Theodoro Paraschiva. Montenegro explicou ao secretário que os professores de todas as oficinas trabalham a expressão oral, expressão escrita e cálculo matemático, pois são estruturantes do pensamento humano. “Queremos formar cidadãos, por meio da apropriação do conhecimento científico universalmente reconhecido”, informou Montenegro.

Acesse aqui mais informações sobre essa iniciativa, publicadas no blog do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação do Maranhão, Jhonatan Almada

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS