• Português
  • English

Alunos do CEC Natal visitam fábrica de água mineral e ampliam conhecimentos em química e robótica

20/07/201609:16

20/07/2016

Texto e fotos: Ariane Mondo – Ascom ISD

GIF_visita_menorAmpliar os horizontes e buscar o conhecimento além da escola. Esse é um dos focos do ano de 2016 em todos os Centros de Educação Científica (CECs) com os chamados estudos do meio. A ideia dessa didática é conduzir os alunos para além dos limites físicos da escola. Com isso é possível que eles façam reflexões sobre assuntos escolhidos com antecedência e aprendam, na prática, conteúdos relacionados à química e à robótica.

Esse foi o caso de uma experiência organizada pelo Centro de Educação Científica Escola Alfredo J. Monteverde de Natal, quando alunos das oficinas de Ciência e Química e Ciência e Robótica visitaram, no fim do primeiro semestre deste ano, uma fábrica de água mineral na cidade de Macaíba, a cerca de 20 quilômetros de Natal, capital do Rio Grande do Norte. Ao todo, seis turmas de ambas as oficinas de educação científica puderam conhecer mais sobre a água mineral engarrafada.

De acordo com o coordenador da oficina de Ciência e Robótica, Itamar Nóbrega, uma unidade de aulas foi planejada para ser executada antes das visitas. “Nós sentamos, planejamos, replanejamos, tivemos ajuda dos outros colegas educadores, que interferiram no conjunto de aulas. O processo de planejamento foi muito legal, pois dialogamos bastante, quebramos a cabeça para organizar a logística das aulas. Nós chegamos em um modelo de plano de aula que deu bem certo e que fluiu bem”, afirmou Itamar.

DSC02388

Curiosidade durante explicações na fábrica de água

A coordenadora da oficina de Ciência e Química, Celsulla Dantas de Araújo, explicou que a água é um tema já trabalhado em suas aulas e que neste ano houve a oportunidade de vivenciar isso de maneira mais intensa com a saída da escola. “A gente já tinha um trabalho de analisar a qualidade da água e para quem ela estava sendo distribuída. Tentamos entender juntos quais políticas públicas estão por trás de um bem que é tão importante. Eu acho que os estudos do meio dos CECs vieram para fundamentar mais o conhecimento, trazer os alunos para a realidade e fazê-los ver que, no caso da água, existe uma indústria por trás disso e que há questionamentos a serem feitos”, explicou Celsulla.

Durante as visitas, os alunos fizeram perguntas para a técnica de meio ambiente da fábrica de água, que explicou quais os tipos existentes e falou também sobre suas propriedades. Atentos aos detalhes e com cadernos e canetas em punho, eles não perdiam nenhuma oportunidade de tirar dúvidas. Após a palestra inicial, os alunos foram conhecer de perto o processo de industrialização da água mineral, sempre fazendo anotações que serviriam para as aulas futuras no CEC Natal.

Rafael Afonso Sousa de Menezes, de 13 anos, aluno da oficina de Ciência e Robótica do CEC Natal e do 9º ano do ensino fundamental em uma escola pública de Natal, disse que achou a experiência da visita muito interessante. “Destaque para os componentes da água e as máquinas utilizadas no processamento. Depois disso vou reutilizar água”, enfatizou Rafael.

DSC02333

Os alunos foram acompanhados dos educadores das oficinas de educação científica e seus respectivos assistentes.

O coordenador da oficina de Ciência e Robótica explica: “No caso da robótica, nós trabalhamos a industrialização, o processo de automação das máquinas, a programação, o reúso da água. Tanto na oficina de robótica quanto na de química, os alunos participaram do processo de planejamento, que foi muito positivo para o crescimento de todos. Eles puderam observar que uma experiência da qual vão participar pode ser pensada e organizada previamente”.

Após a visita, a coordenadora da oficina Ciência e Química disse: “Pelo envolvimento dos alunos, penso que foi muito legal, porque existiu um comprometimento de todos. Tudo foi planejado com eles. Dúvidas geraram perguntas que foram formuladas antes, em sala de aula, para serem respondidas durante a visita. Fazer tudo isso em grupo foi muito interessante”.

O conteúdo aprendido durante a visita foi sistematizado em sala de aula, o que incluiu a análise das contas de água das suas casas. E alguns dias após a experiência, os alunos organizaram o que aprenderam e produziram registros com descrições e fotos da visita.

Saiba mais sobre o CEC Natal AQUI.

Confira abaixo algumas fotos da visita realizada por uma das turmas e dos registros dos alunos que estão expostos publicamente no CEC Natal. Mais imagens no álbum do facebook AQUI.

Alunos observam a forma inicial de uma garrafa de água mineral

Alunos observam a forma inicial de uma garrafa de água mineral

 

Uma curiosidade dos alunos foi saber como a água é engarrafada

Uma curiosidade dos alunos foi saber como a água é engarrafada

 

DSC02341

Os alunos aprenderam que a água é amplamente utilizada em processos industriais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Trabalhos dos alunos expostos no CEC Natal

Trabalhos dos alunos expostos no CEC Natal

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS