• Português
  • English

Álvaro de Oliveira, autoridade europeia em inovação, é recebido por diretores do ISD em Natal

29/04/201620:25

29/04/2016
Por Ariane Mondo – Ascom ISD – Fotos: Luiz Juttel – Ascom ISD

O Professor Álvaro de Oliveira, da Universidade Aalto Helsinki (Finlândia), não esconde que é um entusiasta dos projetos do Instituto Santos Dumont (ISD). Desde 2015, ele conhece as unidades do ISD localizadas em Natal e Macaíba (Rio Grande do Norte) e em diversas ocasiões públicas já elogiou as ações desenvolvidas pelo Instituto, como em matéria recente do jornal Tribuna do Norte, de Natal (link AQUI).

No dia 26 de abril, o Professor Álvaro visitou o Centro de Educação Científica Escola Alfredo J. Monteverde, em Natal, acompanhado de Irani Santos e Alexandre Duarte representantes da Secretaria Municipal de Planejamento de Natal (SEMPLA). Todos foram recebidos por três diretores do ISD: Theodoro Paraschiva, diretor geral; Dora Montenegro, diretora dos Centros de Educação Científica (CECs) e Reginaldo Freitas Júnior, diretor de ensino e pesquisa.
Dora explicou para os visitantes que o ISD, por meio do Centro de Educação Científica de Natal (CEC), está firmando um Termo de Cooperação com a Secretaria Municipal de Educação de Natal que trata do transporte e da frequência dos alunos das escolas públicas municipais, além da participação de professores representantes das escolas municipais parceiras na Formação Continuada nesse CEC.
Alexandre, da SEMPLA, afirmou que é importante estabelecer a cultura do pensamento científico desde cedo, pois isso pode ajudar as pessoas ao longo da vida. Álvaro completou dizendo que as crianças que entram agora na escola têm muito mais facilidade de aprender linguagem de programação, por exemplo.

Theodoro fala sobre as ações do ISD para 2016.

O Professor Álvaro comentou que os próximos passos devem incluir maior aproximação com a área da saúde para conhecer mais sobre as estratégias de integração ensino-serviço-comunidade desenvolvidas pelo ISD. Reginaldo aproveitou para apresentar algumas dessas experiências e projetos capitaneados pelo Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS), localizado em Macaíba (RN).
Theodoro falou sobre as atividades desenvolvidas pelo ISD em 2016 e entregou alguns documentos da instituição como plano diretor, planejamento estratégico e plano tático. O Professor Álvaro afirmou que ia ler tudo com muita atenção e agradeceu, dizendo: “tenho certeza que vamos trilhar um caminho conjunto”.

Cidades Inteligentes e Humanas

Na reunião, Álvaro voltou a afirmar que Natal é a capital brasileira mais preparada para receber o projeto “Cidades Inteligentes e Humanas”, porque já existe uma interação entre Universidade e Prefeitura, fato que aparentemente soa como corriqueiro, mas qu

e não é a realidade das cidades no Brasil. Ele disse que em breve um centro de plataformas abertas começará a ser trabalhado na capital potiguar e lembrou que Natal é a única cidade do Brasil a ter uma instituição dedicada a pensar a cidade, citando o Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
Em março, representantes da SEMPLA estiveram no CEC Natal e falaram que a proposta pedagógica dos Centros de Educação Científica pode integrar ações do projeto Cidades Inteligentes e Humanas em Natal (matéria AQUI).
Atualmente há 75 cidades inteligentes e humanas na Europa. Em Natal, a articulação de ações e parceiros locais no contexto do projeto Cidades Inteligentes e Humanas é feita pela Prefeitura, via SEMPLA, juntamente com a UFRN, via IMD. A meta principal do projeto descrita no site oficial é “congregar pesquisadores e profissionais com grande experiência teórica e prática em áreas como ciências da computação, engenharias e ciências sociais. A integração dessas áreas é a base científica e tecnológica de projetos de cidades inteligentes atuais e do futuro. Como produto, visa-se a concepção e desenvolvimento de um conjunto de métodos, técnicas e ferramentas que buscam suportar o planejamento, desenvolvimento e implantação de cidades inteligentes. Cidades Inteligentes estão promovendo um novo paradigma em tecnologia de informação e comunicação para transformar seus sistemas, operações e entrega de serviços em uma abordagem verdadeiramente integrada, inteligente e humana.”.

Mais sobre o Instituto Santos Dumont: http://www.institutosantosdumont.org.br/

Mais sobre os Centros de Educação Científica (CECs): CECs Natal e Macaíba (RN) | CEC Serrinha (BA)

Mais sobre o Centro de Educação em Saúde Anita Garibaldi (CEPS): http://www.institutosantosdumont.org.br/centro-de-educacao-e-pesquisa-em-saude-anita-garibaldi/

Mais sobre o projeto Cidades Inteligentes e Humanas em Natal: http://smartmetropolis.imd.ufrn.br/

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS