• Português
  • English

Dinâmica de trabalho dos CECs pode integrar ações do projeto Cidades Inteligentes e Humanas em Natal

24/03/201612:00

24/03/16

Texto e fotos: Ariane Mondo – Ascom ISD

A capital potiguar vem chamando a atenção de especialistas em inovação e articulação de parcerias entre setores públicos e privados. Depois de várias visitas ao Brasil, o coordenador da Comissão Europeia para Cidades Inteligentes e Humanas, Álvaro de Oliveira, disse publicamente que “Natal é a capital mais articulada para ser inteligente e humana em todo o Brasil” e chegou a mencionar duas unidades do Instituto Santos Dumont (ISD) como exemplos de inovação (matéria AQUI). Em visitas à cidade, em setembro e novembro de 2015, ele foi às unidades do ISD localizadas em Macaíba e Natal e ficou impressionado com as inovações e metodologias desenvolvidas no Instituto (matéria sobre a visita às unidades de Macaíba AQUI).

IMG_8926_site

Alexandre Duarte e Ana Cristina de Medeiros, da SEMPLA, conversam com Dora Montenegro e Walter Romero Jr., dos CECs.

Em 09 de março de 2016, gestores da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLA) se reuniram com representantes dos Centros de Educação Científica (CECs) para mediar uma proposta de ampliação da parceria entre Prefeitura de Natal e CEC Escola Alfredo J. Monteverde unidade Natal, desta vez vinculada ao contexto do projeto Cidades Inteligentes e Humanas. A diretora dos Centros de Educação Científica, Dora Montenegro, e o coordenador do CEC Natal Walter Romero Jr., conversaram com Alexandre Duarte e Ana Cristina de Medeiros, da SEMPLA, e explicaram que um dos focos da proposta dos CECs é desenvolver condições para que, nos processos de ensino e de aprendizagem, todos os alunos se sintam provocados a encontrar  uma forma própria de aprender, o que é encarado como inovação no contexto educacional brasileiro. Dora complementou: “A partir do momento que o aluno entende a importância do conhecimento para sua vida e adquire a capacidade de aprender por conta própria, ele continua a estudar com certeza”.

Alexandre explicou o chamado “ecossistema da inovação” encontrado em Natal e também nas unidades do ISD por Álvaro de Oliveira: “É a presença de várias instituições trabalhando em conjunto ou não, com capacidade de promover pesquisa e inovação, além da melhoria na qualidade de ensino. Existem instituições que já têm em suas missões a vontade de crescer, desenvolver, expandir horizontes, com iniciativas de inovação, tais como laboratórios e incubadoras”.

IMG_8919_site

Dora Montenegro e Walter Romero Jr., durante reunião no CEC Escola Alfredo J. Monteverde, em Natal.

Sobre a proposta de inclusão do modelo de atividades desenvolvidas nos CECs como uma ação a ser considerada no contexto do projeto Cidades Inteligentes e Humanas em Natal, Dora afirma: “a divulgação e a troca de experiências sobre o trabalho desenvolvido nos Centros de Educação Científica são meios de possibilitar a difusão e a popularização do ensino da ciência, elementos fundamentais de inclusão social”.

Cidades Inteligentes e Humanas

Atualmente há 75 cidades inteligentes e humanas na Europa. Segundo Alexandre Duarte, da SEMPLA, Natal tem potencial para despontar em pouco tempo nesse cenário, em um patamar muito próximo às cidades de lá, graças ao chamado “ecossistema de inovação”. Em Natal, a articulação de ações e parceiros locais no contexto do projeto Cidades Inteligentes e Humanas é feita pela Prefeitura, via SEMPLA, juntamente com a UFRN, via Instituto Metrópole Digital (IMD). A meta principal do projeto descrita no site oficial é “congregar pesquisadores e profissionais com grande experiência teórica e prática em áreas como ciências da computação, engenharias e ciências sociais. A integração dessas áreas é a base científica e tecnológica de projetos de cidades inteligentes atuais e do futuro. Como produto, visa-se a concepção e desenvolvimento de um conjunto de métodos, técnicas e ferramentas que buscam suportar o planejamento, desenvolvimento e implantação de cidades inteligentes. Cidades Inteligentes estão promovendo um novo paradigma em tecnologia de informação e comunicação para transformar seus sistemas, operações e entrega de serviços em uma abordagem verdadeiramente integrada, inteligente e humana.”.

Mais sobre o Instituto Santos Dumonthttp://www.institutosantosdumont.org.br/institucional/

Mais sobre os Centros de Educação Científica: Natal e Macaíba (RN) | Serrinha (BA)

Mais sobre o projeto Cidades Inteligentes e Humanas em Natal: http://smartmetropolis.imd.ufrn.br/

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

RECOMENDAMOS